Posts

Em um mundo cada vez mais tecnológico as crianças parecem só ter olhos para computadores, tablets e smartphones.

Como pais, no entanto, é necessário incentivar os filhos a fazer atividades fora do mundo digital para que o desenvolvimento da criança seja completo. Desde atividades físicas à brincadeiras e jogos de tabuleiro, a diversificação de passatempos é essencial para que os momentos lúdicos da criança sejam aliados ao aprendizado e crescimento pessoal.

Um dos exemplos mais clássicos de brincadeiras educativas que trazem benefícios às crianças é a montagem de um quebra-cabeça.

Pensando nisso, preparamos esse artigo para que você conheça os principais benefícios dos quebra-cabeças para o desenvolvimento dos puerinhos.

Está esperando o que para conferir?

Trabalha a cognição

Por serem estimulantes para o cérebro os quebra-cabeças acabam sendo poderosos aliados no quesito cognitivo.

A cognição é a habilidade de armazenar novos conhecimentos e, a partir dele, obter algum tipo de aprendizado.

Pense, afinal de contas, que o nome quebra-cabeça foi dado por um motivo: esse passatempo faz com que a criança exercite o cérebro e desenvolva habilidades de memória, raciocínio e lógica.

Desenvolve a coordenação

Encaixar as peças de um quebra-cabeça é uma das melhores maneiras de desenvolver habilidades motoras e controle mão-olho. Isso porque, já que ainda não têm noção da distância e manipulação de objetos, as crianças precisam desenvolver essas proficiências para conseguir montar o quebra-cabeça.

O movimento de pinça que fazemos ao juntar o indicador e o polegar para segurarmos um objeto, por exemplo, é uma das habilidades desenvolvidas no jogo.

Aumenta os níveis de percepção

Os quebra-cabeças são passatempos que vão incentivar os puerinhos a observar, analisar e comparar tamanhos e cores para conseguir completar o jogo.

E é por isso que os níveis de percepção da criança se desenvolvem.

Além de serem cruciais na infância, é claro, os níveis de percepção serão importantes durante toda a vida já que, ao longo dos anos, os puerinhos vão acabar se deparando com situações que demandam essa habilidade psicológica.

Promove a interação com a família

Os quebra-cabeças são ótimos passatempos no quesito estreitamento de laços familiares, já que acabam sendo um momento relaxante e tranquilo para que as crianças conversem com os pais e outros membros da família.

Além de ajudar no desenvolvimento físico e psicológico, então, esse passatempo é essencial para estimular as habilidades sociais de convivência e diálogo.

Vale ressaltar também que o quebra-cabeça pode ser resolvido por mais de uma pessoa ao mesmo tempo, o que também ajuda a criar um senso de colaboração e trabalho em equipe nas crianças.

Aumenta a capacidade de resolução de problemas

Enquanto seu filho raciocina e tenta desvendar as formas e cores corretas para que o quebra-cabeça tenha um encaixe perfeito ele acaba desenvolvendo bastante a habilidade de resolução de problemas.

Além do período da infância essa habilidade é indispensável ao decorrer da vida de qualquer pessoa, já que nos deparamos constantemente com situações adversas e obstáculos a serem superados.

Esses são os principais benefícios da montagem de quebra-cabeças para as crianças.

Agora você sabe que, além de ser uma maneira divertida de incentivar as crianças a saírem um pouco do ambiente virtual, esse passatempo ainda ajuda no desenvolvimento dos pequenos.

E aí, o que está esperando para montar um quebra-cabeça com o seu puerinho?

Com a chegada do segundo filho, existe a possibilidade do primogênito sentir ciúmes e falta de atenção. Os pais ficam com medo dele se sentir rejeitado e acabam ficando inseguros, sem saber o que fazer.
Conheça algumas maneiras que podem influenciar no desenvolvimento afetivo da criança com o novo filho, e confira algumas situações que podem ser evitadas:

• Em diversos casos, os pais não sabem lidar com essa situação. Uma dica é não deixar criança sentir falta dos pais, se esforcem ao máximo para que ele se sinta acolhido e não careça de atenção.


• Passeios e ações que estimulam o lazer da criança, são importantes no processo de adaptação com mais novo integrante da família. A antiga rotina não deve ser alterada, os momentos de alegria e entusiasmo do primeiro filho irão trazer resultados satisfatórios para todos.


• Sabemos que um bebê precisa de muita atenção dos pais, mas não deixe de estar no momento importante da criança, tais como: no dever de casa, no esporte, refeição e na chegada da escola.


• Estimule seu filho a ajudar nos cuidados do bebê. Dessa forma, os laços entre os dois poderão ficar ainda mais firmes. Essas pequenas atitudes como: pegar a chupeta, ajuda na hora do banho, e carinho com o pequeno, irão ajudar na construção de uma boa relação entre os irmãozinhos.


• Durante a gestação, sempre converse com a criança sobre a chegada do irmãozinho e de como será essa nova experiência. É importante que a criança participe da escolha do nome, das roupas, do carinho e da decoração do quarto. Assim, ele se sentirá conectado e preparado com a chegada do irmão.


Garanta uma ótima convivência entre os irmãozinhos. Como em todas as transições, é preciso entender que cada criança tem o seu ritmo. Estimule a adaptação do primeiro filho com o novo integrante da família de forma agradável e sem estresses.

A Pueri Dei está disposta a ajudar essa nova fase da família, buscando deixar o seu filho tranquilo e feliz com a chegada do novo bebê.

Conheça nossa escola!
Ademais, continue acessando nosso blog.
Fonte: revista crescer.
Imagem: canva