À medida que os anos passam, a deterioração do meio ambiente se agrava. Assim, percebemos consequências como o aumento do aquecimento global, da poluição e a extinção de várias espécies. Por isso, faz-se necessário educar nossas crianças ensinando-as a respeitar a natureza e praticar ações sustentáveis, para que assim, possamos construir um futuro mais consciente.

Existem algumas práticas que podem ser adotadas para ensinar ações mais sustentáveis às crianças e falaremos sobre algumas delas no post de hoje!

Ensine sobre os 3 R’s
Reutilizar, reciclar e reduzir são os 3 R’s que servem como diretrizes para cuidar do meio ambiente. Reutilizar trata-se de usar bens de consumo o máximo possível, seja para o uso comum do bem ou aproveitando-o para outro uso. Reciclar refere-se a adaptação de materiais descartados em algo útil, possibilitando que ele retorne ao ciclo produtivo como matéria-prima. Por fim, reduzir está ligado a diminuição da produção de lixo.

Andar a pé ou de bike
Adotando essa prática, além de seu pequeno desenvolver este hábito saudável, ele estará se acostumando a se locomover de forma independente, e evitando a poluição por meio dos carros e outros transportes.

Oriente seu filho a economizar recursos
Lembrar o seu filho de desligar a TV ao terminar de assistir, apagar a luz do quarto ao sair, e não desperdiçar água no banho ou enquanto escova os dentes, é uma ótima forma de orientá-lo a economizar recursos.
Explique à criança que, economizando energia, ela estará evitando que se construam hidroelétricas, termoelétricas, e usinas nucleares, que são nocivas ao meio ambiente visto que aumentam o efeito estufa, alteram ecossistemas e têm riscos de acidentes.

A Pueri Dei incentiva e ensina os pequenos a serem cidadãos sustentáveis e conscientes, mas é necessário que esta questão seja reforçada em casa, para que essas ações ecológicas sejam aprendidas também através do exemplo.

Palavras chave: Meio ambiente, sustentável, ecológico, natureza, ensinar, orientar, pequenos, crianças

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *