É difícil estabelecer limites para as pessoas que amamos, principalmente se essa pessoa se tratar de um filho.

Estamos sempre querendo dar o melhor e fazer as vontades deles, mas essa atitude pode acabar sendo prejudicial aos pequenos.

A verdade é que, enquanto educadores, é necessário estabelecer limites e dizer não.

Dessa forma, as crianças aprendem a respeitar a autoridade dos pais e responsáveis, além de estimular o pensamento crítico.

Assim eles poderão se tornar pessoas independentes e bem resolvidas.

POR QUE DIZER NÃO?

É com o NÃO que as crianças vão aprender a lidar com as frustrações. Não impor limites deixa a criança mal acostumada. E a faz pensar que pode ter tudo o que quiser, quando quiser, o que não é verdade.

Negar os desejos do seu filho, em determinadas situações, o faz ser mais resistente ao estresse do dia a dia. Além de ser uma boa forma de praticar a paciência do pequeno.

QUANDO DIZER NÃO?
Negar constantemente também não é a solução. Quanto mais repetida ela for, mais força ela vai perdendo, até que uma hora ela não significará nada para a criança. Por isso é necessário saber utiliza-la com sabedoria.

Também é importante explicar o motivo do seu filho estar sendo privado do doce que ele tanto deseja, ou por que ele não pode brincar agora. Assim, fica mais fácil para a criança perceber que ela tem responsabilidades e que tudo tem seu tempo.

Infelizmente, não existe uma medida certa para dizer não aos filhos. É preciso que os pais se atentem aos valores que querem passar, as necessidades das crianças e se adequem a partir disso.

Na Pueri Dei, nós trabalhamos em total parceria com os pais na educação dos pequenos para que eles se desenvolvam de uma forma mais saudável e estejam preparados para as adversidades da vida.

Continue acompanhando o nosso blog!

Fontes: Revista Crescer, Guia Infantil
Imagem: Google